Início >> Notícias
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Notícias

Títulos coletivos de terra beneficiam mais de mil famílias em Portel

O produtor rural Nilson Corrêa da Silva, 23 anos, mora na comunidade Santo Ezequiel Moreno e produz alimentos em 700 hectares de terra na agrovila Acutipereira, no município de Portel, no arquipélago do Marajó. Mesmo morando e produzindo alimentos na comunidade, ele não possuía título de propriedade de terra. Para beneficiar produtores como Nilson, o governador Simão Jatene entregou, na manhã desta sexta-feira (23), títulos coletivos que beneficiaram mais de mil famílias.

Comunidade Espírito Santo é mais um quilombo com terra titulada no Pará

“Ter a posse da terra é a certeza de que nunca iremos perder o nosso direito, que nossos filhos e nossos netos poderão dar continuidade a nossa história em segurança. Foram anos de luta até chegar esse dia, agraciados com a assinatura do nosso título de terra. Só temos a agradecer a todos que fizeram parte disso e a cada um que lutou junto para que hoje isso se tornasse realidade”.

Governo regulariza terra e beneficia mais de 100 famílias remanescentes de quilombo em Abaetetuba

Cento e dezoito famílias da comunidade quilombola do Caeté, no município de Abaetetuba, no nordeste do Estado, foram beneficiadas com um título coletivo de terra. Com o documento, o Governo do Estado, por meio do Instituto de Terras do Pará (Iterpa), reconhece o direito de uma população que há décadas ocupa e trabalha na área.

O Iterpa recebe veículos e notebooks para avançar na modernização do órgão.

O Instituto de terras do Pará recebeu ontem seis veículos e vinte notebooks para modernizar o processo de regularização fundiária do órgão. O evento ocorreu ontem, dia 22, no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia - Hangar. A entrega das chaves dos carros foi feita pelo governador Simão Jatene ao presidente do Iterpa, Daniel Lopes. Presentes também estavam o diretor de Regularização Fundiária, Williams Fernandes, além de técnicos e motoristas do Instituto.

No Dia contra Discriminação Racial governo reforça compromisso com a causa

Trinta mil jovens por ano são assassinados no Brasil. Desses, 77% são negros, segundo dados da ONG Anistia Internacional Brasil. É dentro dessa realidade, que o país vive o Dia Internacional contra a Discriminação Racial, celebrado no dia 21 de março.