Início >> Notícias
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Notícias

Iterpa prorroga prazo para inscrição em processo seletivo

O Instituto de Terras do Pará prorrogou para até amanhã (10/04) o prazo de inscrição ao processo seletivo para contratação temporária, por um ano, de Técnico de Gestão de Desenvolvimento Agrário e Fundiário. A retificação do edital foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 9/04.

Iterpa abre processo seletivo para Técnico de Gestão de Desenvolvimento Agrário e Fundiário

O Instituto de Terras do Pará abriu processo seletivo para contratação temporária, por um ano, de Técnico de Gestão de Desenvolvimento Agrário e Fundiário, voltado aos bacharéis em Geografia, com diploma expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério de Educação. As inscrições iniciam hoje e encerram amanhã (06/04). Não há pagamento de taxa de inscrição e os candidatos devem ter experiência comprovada na atividade em cartografia e geoprocessamento de no mínimo um ano.

Iterpa iniciará em 2018 mutirões para a regularização fundiária do Pará

O Instituto de Terras do Pará – ITERPA iniciará a implantação de mais um marco previsto no Pará 2030. No biênio 2018-2019, além de desenvolver as ações de praxe, o Instituto executará mutirões fundiários em 35 municípios paraenses, tendo como meta a regularização de no mínimo 5.742 propriedades situadas em glebas estaduais.

Títulos coletivos de terra beneficiam mais de mil famílias em Portel

O produtor rural Nilson Corrêa da Silva, 23 anos, mora na comunidade Santo Ezequiel Moreno e produz alimentos em 700 hectares de terra na agrovila Acutipereira, no município de Portel, no arquipélago do Marajó. Mesmo morando e produzindo alimentos na comunidade, ele não possuía título de propriedade de terra. Para beneficiar produtores como Nilson, o governador Simão Jatene entregou, na manhã desta sexta-feira (23), títulos coletivos que beneficiaram mais de mil famílias.

Comunidade Espírito Santo é mais um quilombo com terra titulada no Pará

“Ter a posse da terra é a certeza de que nunca iremos perder o nosso direito, que nossos filhos e nossos netos poderão dar continuidade a nossa história em segurança. Foram anos de luta até chegar esse dia, agraciados com a assinatura do nosso título de terra. Só temos a agradecer a todos que fizeram parte disso e a cada um que lutou junto para que hoje isso se tornasse realidade”.