Início >> Notícias
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Notícias

Governo do Pará cria cinco novos projetos estaduais de assentamento

O Instituto de Terras do Pará (Iterpa) criou cinco novos projetos estaduais de assentamento para beneficiar 664 famílias de pequenos produtores rurais em vários municípios do Estado: Deus é fiel, em Rondon do Pará; Mamuru, em Juruti e Aveiro; Assimpex, em Portel; Lourival Santana, em Eldorado dos Carajás, e Bacabal Grande, em Bom Jesus do Tocantins.

Cadastro Rural Fundiário começa a ser testado em Moju na segunda quinzena deste mês

No período de 17 a 20 de abril, o Instituto de Terras do Pará (Iterpa) estará cadastrando os ocupantes da gleba Moju 3, no município de Moju, região do Baixo Tocantins. As informações obtidas em relação às terras que as famílias ocupam vão compor o banco de dados do projeto piloto doCadastro Rural Fundiário (Carf), sistema de base digital que dará um mosaico da ocupação das terras do Estado.

Iterpa começa projeto piloto do Carf nos municípios de Moju e Acará

Técnicos do Instituto de Terras do Pará viajaram nesta terça-feira, 28, para o município do Moju, na região do Baixo Tocantins, com o objetivo de iniciar o projeto piloto do primeiro módulo do Cadastro Rural Fundiário (Carf), sistema de base digital que dará um mosaico da ocupação das terras do Estado, além de funcionar como um banco de dados referencial e inovador do setor, representando uma nova fase no processo de regularização fundiária no Estado.

Iterpa e Iderflor Bio avançam na discussão sobre regularização fundiária na APA Triunfo do Xingu

A regularização fundiária na Área de Proteção Ambiental (Apa) Triunfo do Xingu, localizada no Sul do Pará, voltou à pauta de discussão nesta quarta-feira, 22, na sede do Instituto de Terra do Pará (Iterpa).

Iterpa discute metodologia para materializar limites geográficos dos municípios de Oriximiná, Faro e Terra Santa

Técnicos do Instituto de Terras do Pará (Iterpa) se reuniram, durante dois dias, com profissionais indicados pela Mineração Rio do Norte (MRN) e pelos municípios de Oriximiná, Faro e Terra Santa para discutir a metodologia do trabalho que será realizado naquela região a fim de materializar os limites geográficos municipais para efeito de compensação financeira pela exploração mineral naqueles territórios.