Início >> Noticia >> Reunião busca soluções para áreas em conflito no Estado
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Reunião busca soluções para áreas em conflito no Estado

Reunião entre o Instituto de Terras do Pará, Ouvidoria Agrária Nacional e representantes do Movimento Liga dos Camponeses Pobres do Pará (LCP) discutiu uma série de providências a serem tomadas em relação a algumas áreas em situação de conflito no Estado, entre elas, a Fazenda Santa Lúcia, no município de Pau D'arco, região do Sul do Pará, onde trabalhadores rurais foram mortos por policiais, em maio passado.
O ouvidor agrário nacional substituto, José Líbio de Moraes Matos, informou que há interesse de retomada de negociação com o proprietário da área, mas para isso é necessária reconstituição da cadeia dominial da terra para que qualquer acordo possa avançar. No que cabe a competência do Instituto de Terras do Pará, o presidente Daniel Lopes, deu um prazo de 10 a 15 dias para a realização do levantamento da documentação junto ao Instituto, deixando claro que a questão envolve também outros órgãos, entre eles, o Instituto Nacional de Reforma e Colonização Agrária (Incra). "O que depender de Iterpa estamos prontos para ajudar, mas a solução não depende somente de nós", disse o dirigente do órgão estadual. 
Após o levantamento da cadeia dominial por todas as partes envolvidas, nova reunião irá ocorrer para definir o encaminhamento que será dado à questão. 
Também na reunião, entrou em debate os casos das fazendas Pioneira e Santa Bárbara, também no Sul do Pará.